sábado, 4 de agosto de 2007

Porque me ufano de meu país

Nem só de futebol feminino vive a glória de uma nação. Desafiando todas as disposições em contrário (preconceito, inexistência de mercado, analfabetismo funcional, desconfiança de parentes e vizinhos, avisos do contador, cerco dos credores, calotes, ameaças de morte, falta ou excesso de álcool, cafeína, tabaco e aquilo que vocês estão pensando...), também temos cartunistas de primeiro time. Elevando nossas cores(no caso o preto e branco) aos píncaros de onde quer que seja estão aí Allan Sieber e André Dahmer a comemorar seus mais recentes tentos de ouro, dois livros antológicos e imperdíveis: "Mais Preto No Branco" e "O Livro Negro De André Dahmer", que prometem abalar as estruturas da família brasileira desde que os convidem pra jantar e prendam o cachorro. E não se afobem que tem pra todo mundo, nossos heróis (devidamente sedados) e suas crias (uma pechincha) em breve estarão a disposição do grande público num evento digno de maraca lotado, o que mobilizaria praticamente toda população letrada do país. Os preciosos autores, porém, serão preservados da possibilidade de assinar 80.000 dedicatórias e receberão os senhores, as senhoras e suas filhas em local mais apropriado. Ênfase no filhas porque ao contrário do futebol esta ainda é uma área predominantemente masculina, infelizmente. Taí uma boa ocasião para introduzir as meninas no maravilhoso mundo do cartum, e quem melhor para dar o pontapé inicial(no bom sentido) nessa partida rumo ao estrelato (no mau sentido) senão um desses dois gênios das penas toscas. Olho no lance: dia 07 de agosto, a partir das 19:00 na livraria da Travessa (R. Visconde de Pirajá, 572, Ipanema). A edição com acabamento impecável da Desiderata só pode ser conferida in loco mas aos incautos que porventura digam que eu exagero nos elogios aos dois craques, tomem isto: ... E mais isto!

2 comentários:

Ulisses Adirt disse...

Amém. Mas, as coisas vão melhorando. A grande Chiquinha, parceira do Dahmer na Folha de S Paulo, que o diga. (http://www.insanus.org/chiqsland/)

André Monnerat disse...

É a internet formando o novo mundo pop dos quadrinhos. Imagino as orgias que esse povo famoso não frequenta.