quinta-feira, 15 de outubro de 2009

À vaca fria

Voltemos, pois... Sarney, Francenildo, Lula, Dilma, pedintes, polícia, professores, transportes, Supervia... a velha miséria de sempre. A grande notícia mesmo foi esta AQUI. Intrigante como a maior revelação dos últimos tempos, talvez ofuscada pela novidade de uma olimpíada no favelão, não teve a repercussão merecida.













terça-feira, 12 de maio de 2009

ódio produtivo


Claro que não é só o tráfico que se beneficia com a proibição das drogas. Taí a marcha da maconha vendendo camiseta e pedindo doações em prol do contrário. O problema do debate sobre a legalização é que tanto os discursos dos prós quanto o dos contras acabam se nivelando pela hipocrisia e estupidez.
Nada contra a maconha(cânhamo, monhaca, camonha que seja), no tal "mundo das drogas" minha pior experiência foi com os maconheiros organizados. Censura, porca e patética mas o pior foi saber por último. Assim, movido pela raiva e com sede de vingança rabisquei várias páginas para a lendária Tarja Preta#6. Isso foi há dois anos e já que a Tarja 6 continua uma lenda vou aproveitar a ocasião (parece que maio é o mês da maconha) para despejar aqui uma parte do material.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

A regra é parda


Segue por aí na boca dos donos do povo:
_ " É necessário apurar qualquer irregularidade antes de um julgamento apressado..."
Claro, o que vazar regulamenta. É o caso do mandato combo, a família é sagrada e a máfia cuida dos seus. Imagine a hipótese de um senador induzir a filha a torrar dinheiro público a seu bel prazer e ser acusado de corrupção de menores... justiça seja feita, este risco não corremos.
_ " Não se pode generalizar, não são por atos de uma minoria que todos são culpados..."
Minoria de 100% é coisa rara, difícil de acreditar mas quando os mesmos se justificam com um
" ... Todo mundo faz ou já fez..." bote fé e cante aquela musiquinha do muito orgulho, o congresso brasileiro tem a maior minoria do mundo.

Confesso uma certa dose de masoquismo mas é mais por obrigação profissional que me ocupo do noticiário político. Já deixei de votar faz tempo e aconselho qualquer pessoa de bom senso que faça o mesmo, é mais fácil e mais saudável que parar de fumar.
Se abster não livra o seu da reta mas dói menos que a cumplicidade registrada e sem recibo. Se você é do tipo eleitor consciente que ainda tenta manter seu mandatário sob vigília já deve saber que nem um batalhão de repórteres dá conta do recado.

Não me lembro de nenhuma campanha pedindo votos para Fulano&Família mas votou tá votado e devem oficializar o golpe por esses dias, portanto atenção mais que dobrada pro que andam fazendo esposa, filhos, sogra, cunhado, sobrinhos e agregados do eleito, seja em Miami, Paris ou Brasília. Impossível, quando não indigesto, acompanhar tamanha camarilha mas nem por isso vamos desistir do nobre exercício da cidadania. Já que eles botaram a mãe no meio estou disposto a fazer minha parte e telefonar ocasionalmente para meus políticos preferidos só pra averiguar se vossa digníssima progenitora passa bem. Sintam-se à vontade para me acompanhar mas sejam educados e não liguem a cobrar, eu sei que de um modo ou de outro somos nós que pagamos mas eles precisam de bons exemplos.


quinta-feira, 16 de abril de 2009

Nobody Move, Nobody Get Hurt


- Os funcionários são orientados a manter a ordem nas composições, mas vale lembrar que quem segura a porta é criminoso e 200 (passageiros) já foram para a cadeia. Eles forçam a abertura da porta, que acaba quebrada, causando risco de acidentes para eles mesmos e para os demais passageiros. José Carlos Leitão, diretor de marketing da SuperVia.

- Quem puder deve evitar os horários de maior movimento ou usar outro tipo de transporte. E ter paciência. Flávio Almada, superintendente da concessionária Barcas S/A

Ônibus, metrô vão pelo mesmo descaminho e além do sistema de bicicleta pública ser uma piada a prefeitura...bem, a prefeitura não brinca em serviço como podem ver ## aqui ##. 

Pelos ares a recente forçada de tanga do governador pela privatização do Galeão ainda cheira mal, mas enfim, na vida tudo é passageiro menos as concessões de transporte público. E no fim quem perde a linha são os usuários, essa massa ignara que até hoje não aprendeu a andar de táxi. 

Claro que nos resta ir à merda a pé mas o primeiro candidato que prometer carro oficial pra todo mundo terá meu voto nas próximas eleições. 

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Post Expiatório

Minha incompetência como blogueiro já não é segredo para ninguém mas minha falta com o pessoal que andou frequentando esta página é condenável.
Agradeço ao meu xará de sobrenome respeitável pela consideração mas charges quase nunca são engraçadas mesmo. Claro que ficam mais tristes quando desidratadas de suas circunstâncias, daí o estado de melancolia em que se encontra este blog.
Agora eu vou, Thiago, não sei bem pra onde ainda mas já valeu a força.
Espero que também não seja tarde pra corrigir minha falha com o camarada Luimar e sua oficina de Desenho de Humor na Laura Alvim, aqui ó!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

O Retorno do Soturno

Estava na minha ronda habitual pela rede quando me deparei com o post do Dahmer citando este mal cuidado blog. Tapa na orelha mas amigo é pra essas coisas. Voltei pra tirar a poeira e botar roupa nova, digo, nem tão nova assim mas são desenhos deste mês pelo menos. E pra não fugir ao enredo tamaí de regresso com charges sobre a volta da "gratificação faroeste" (agora com outro nome), o velho papo furado sobre o problema das drogas e a eterna ressurreição da máfia nacional entre outras voltas que o mundo nos dá. Como vêem, além de estar desatualizado quanto a tal reforma ortográfica, não é só este blog que continua na mesma.