sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Liquidação de outubro

Aos que não se cansam das más notícias, aproveitem a queima de estoque mais ou menos recente. Aos incomodados, eu apenas segui o roteiro sugerido pelas autoridades responsáveis, reclamem com eles. Trabalho sujo cada um faz o seu:

"Todo mundo sabe, em sã consciência, que o Estado brasileiro não pode viver sem a CPMF" (presidente Lula)

"Tem tudo a ver com violência. Você pega o número de filhos por mãe na Lagoa Rodrigo de Freitas, Tijuca, Méier e Copacabana, é padrão sueco. Agora, pega na Rocinha. É padrão Zâmbia, Gabão. Isso é uma fábrica de produzir marginal" (governador Sérgio Cabral)

"DIREITOS HUMANOS SÃO PARA OS HUMANOS DIREITOS"
(cidadão indignado)








sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Tropa de rosa-choque

Na última parada gay aqui das redondezas (das redondezas lá de Copacabana), a grita da bicharada era pela criminalização da homofobia. Puóde?! Se o negócio do movimento gay é andar pra trás a ditadura é outra, claro que não pode dar em boa coisa. Daí pra algo tipo uma Lei do Rabo Livre, delegacia especializada( polícia super montada), política de cotas (com teste da farinha obrigatório para concurso público), entre outras viadagens, querem botar o de todo mundo na reta. Tá louca santa, orgulho gay pode mas orgulho de não ser gay vai ser proibido?